Yur Saiednac

Novos mundos... mundos novos... novos rumos...

Textos

O CÓDIGO DA BÍBLIA I
               (AS PROFECIAS OCULTAS DO ANTIGO TESTAMENTO)
                                   MICHAEL DROSNIN

         A mais polemica obra da atualidade chegou como um TSUNAMI que explode e se espraia como vaga incontrolável por todos os continentes.

As tiragens se sucedem em cascata, as traduções e reproduções nas mais diversas línguas, consolidam o trabalho de MICHAEL DROSNIN no topo dos Best-Sellers, nos cinco cantos do planeta.

             Mercê de sua atividade como jornalista investigativo, DROSNIN toma conhecimento da descoberta de Rips.

No decorrer da obra, o autor se preocupa com a análise sucinta e imparcial das informações por ele obtidas no decorrer de sua pesquisa – investigativa em busca da verdade.

            Drosnin utilizou o programa para computador criado para ELI RIPS pelo seu colega e programador ALEXANDRE ROTTEMBERG, com a ajuda do DR.ALEX POLISHUK.
            
            Afim de constatarem que não se tratava de mero acaso a descoberta das revelações codificadas encontradas na Bíblia, submeteram os pesquisadores ao mesmo teste outras obras, dentre elas a de Tolstoi, “ Guerra e Paz” na versão hebraica , a qual tem a mesma dimensão da Torah. Porém, todas as tentativas de análise nessas obras se mostraram infrutíferas, sem que qualquer código tivesse sido detectado.

            Foram utilizados na pesquisa e para as traduções das codificações, os dicionários: hebraico/inglês R.Alçalay (Massada 1990) e completo e padronizado da língua hebraica A.Even-Shoshan (Kiryat-Sefer Press 1985).

            Os anos codificados na Bíblia, referem-se ao antigo calendário judaico, que começa 3.760 anos antes do nosso calendário moderno. Para uma mais fácil percepção sobre a localização etária dos acontecimentos em relação ao nosso calendário, o nosso ano de 2002, correspondeu ao ano judaico de 5762.
            Considere-se que o ano judaico começa em Setembro ou Outubro do nosso ano e termina em Outubro ou Setembro seguinte.

            Ocultas na Bíblia e nela inseridas há mais de 3.000 anos, foram detectadas e desvendou predições de fatos históricos e eventos catastróficos passados e presentes, com precisão de datas; nomes dos intervenientes; localização geográfica e proporção dos eventos. Guerras históricas, catástrofes, genocídios e os mais variados eventos do passado e do presente, como:
A I e II Guerras Mundiais, Hitler e o Holocausto Nazista, a bomba de Hiroshima, a chegada do homem à Lua, o assassinato dos dois irmãos Kennedy, Watergate, a eleição de Bill Clinton, o atentado de Oklahoma, O impacto de um cometa em Júpiter em 1994, a ameaça de colisão de um imenso meteoro com a Terra e a interferência do homem evitando a colisão, a previsão da data da Guerra do Golfo com mais de vinte dias de antecedência e com mais de um ano de antecedência, do assassinato do Primeiro Ministro Ytzhak Rabin em Tel-Aviv, com data, local e nome do assassino. Nomes de líderes políticos e religiosos, cientistas e artistas com trabalhos e obras correlatos, datas, localização geográfica de acontecimentos políticos e tantos outros.

            O código está inserido e pode ser observado no inverso do texto da Bíblia. E pese embora os judeus não aceitarem a Jesus como “Messias” é surpreendente o fato de que, em cada profecia do antigo testamento, aparece no código a frase: "meu nome é JESUS, Eu sou o MESSIAS".
            
            Porém, segundo o autor, o código apresenta em sua seqüência informativa, três fatos que até esta data ainda não ocorreram, a saber:

1. O código faz referência clara e apresenta as duas Guerras Mundiais do século passado (I e II), nos mais ínfimos detalhes, com datas e nomes dos intervenientes. Cita também o ex-ministro de Israel, BENJAMIM NETANYAHU, junto de cujo nome se pode ler a palavra Jerusalém e as seguintes frases:
*“Dia da III Guerra Mundial”
*“Todo o seu povo irá para a guerra”
*“Holocausto atômico em Jerusalém”
*“9 de Av - 5760/5766*
Neste último caso, presumem os cientistas e analistas, segundo o autor tratar-se de uma data específica do calendário judaico, que deveria provavelmente corresponder no nosso calendário gregoriano a 25 de julho de 2000 a 2006.
Devido a falta de vogais no calendário judaico, não se tem precisão para que possamos real correspondência entre 2000 e 2006.

2. Vários terremotos são previstos no Código, desde os que tiveram lugar há muito tempo atrás até aos mais recentes: O maior terremoto do globo terrestre, ocorrido em 1976 na cidade de Tang Chan na China, com mais de 800 mil mortos. Entre os anos de 2000 e 2006, mais dois grandes terremotos previstos, um também na China e o outro no Japão. Para 2010, prevê o Código um enorme terremoto nos EUA, no qual é prevista a total destruição e completo desaparecimento da cidade de Los Angeles.

3. Refere ainda o Código, “o choque de um cometa com o planeta Júpiter, ocorrido em 1994. E mais uma vez nova referência a eventos futuros, implícita no Código, prevendo a queda de três gigantescos cometas na Terra: 2006 a primeira, 2010 a segunda e 2012 a terceira, prevendo que a de 2012 não haverá impacto físico no Planeta, porquanto o Cometa se desintegrará antes do choque. OBS.: No livro das revelações (Ap 8: 8-10), pode ler-se sobre a predição de dois cometas caindo na Terra.

            Nos Estados Unidos, Harold Gans, decodificador da Agencia de Segurança Nacional, após ler e ouvir falar sobre a descoberta dos israelenses, achou que o Código não passava de uma ridícula farsa.
            Incrédulo, Gans decidiu intentar desmascarar o já internacionalmente comentado código da Bíblia e nesse sentido preparou o seu próprio programa de computador, a cujos testes ele submeteu o livro de “GÊNESIS”, ficando surpreso ao constatar que, os nomes dos 32 personagens por si escolhidos aleatoriamente, apareciam acompanhados pelas respectivas datas de nascimento e morte e os nomes das cidades em que viveram. Assim e desta feita, o primeiro que tentou desmascarar o código da Bíblia, acabou efetivamente por comprová-lo.

            Rips e seus amigos, já haviam submetido o seu ensaio, aos mais rigorosos testes, aplicados pelos matemáticos internacionais, mais em evidência da atualidade, ateus na sua maioria, tendo eles todos, porém, se prostrado á evidência diante do fato incomum. Diante de seus olhos, na tela do computador, estava uma prova de que a Bíblia foi elaborada incontestávelmente por uma inteligência extrema e infinitamente superior a dos comuns e mortais humanos.
            Concluíram então ser o código da Bíblia de tal complexidade que mesmo que se pudessem utilizar num trabalho  conjunto todos os computadores mundiais, jamais estes teriam a capacidade de criar qualquer tipo semelhante de Código.

            Religioso, Rips jamais duvidou que estivesse sendo o instrumento guiado por Deus ao qual Este teria imposto a missão de trazer ao conhecimento da humanidade a extraordinária revelação. Assim, após a experiência com o livro do Gênesis, estudou e analisou toda a Torah e suas 304.805 letras, procurando algo descobrir sobre os grandes acontecimentos da história.

            Um sentimento misto de curiosidade e temor, levou  Rips e seus amigos a iniciarem as suas buscas, ficando admirados com os resultados obtidos, precisos e detalhados. Procuraram por Holocausto , e o computador, buscando a palavra chave e demais palavras correlatas, em saltos aritméticos crescentes de números simples por milhares de letras; rastreou velozmente o texto letra por letra, da primeira até à última. Espantosamente surgiu na tela do computador uma revelação surpreendente pelos detalhes. Ali estavam as palavras: Hitler; Homem Mau; Nazista Inimigo; Massacre.

            Novo rastreamento revelou mais detalhes sobre o Holocausto. A expressão “Nazista” apareceu codificada com as palavras Na Alemanha; As palavras Fornos e Extermínio apareceram ligadas ao nome Eichmann (o que comandou o grande massacre).
            Ampliando a pesquisa, descobriram todos os lideres da Segunda Guerra Mundial juntos: Roosevelt, Churchil, Stalin e Hitler.

            O grupo encabeçado por Rips se extasiou, ao verem que o código não omitia nenhum dos grandes acontecimentos da história. Napoleão, aparece codificado junto com França, Waterloo e Elba. A grande Revolução comunista que mudou a história do século XX, codificada junto à palavra Rússia, e o ano em que triunfou 5678 (1917 calendário gregoriano).
Junto ao nome de Einstein, surgem, cruzado por outras palavras e frases: Ciência, Um Novo e Excelente Entendimento, Ele Revolucionou a Realidade Presente, Uma Pessoa Inteligente. Edison encontra-se codificado com Eletricidade e Lâmpada Elétrica. Beethoven e Bach junto com Compositores Alemães. Grandes artistas e escritores, inventores e cientistas de todos os tempos, também codificados.

            Todos os assassinatos que mudaram o curso da história humana se encontram codificados: Abraham Lincoln, Mahatma Gandhi, Anuar Sadat, chegando aos detalhes que revelam a data e o nome do assassino. Na única vez em que aparece Presidente Kennedy, a palavra seguinte na mesma seqüência do código é morrer. O nome da cidade Dallas, em que seria alvejado encontra-se codificado junto ao nome do assassino Oswald. O nome do presidente egípcio Anuar Sadat aparece junto com o nome do seu assassino: “Chaled baleará Sadat” e com a data do crime: 8 Tishri, data do atentado, durante um desfile militar.

            O autor surpreende-se, por descobrir junto de cada predição no texto codificado, sugestões e diferentes opções para o desfecho de acontecimentos fatídicos, provocados pela inveja, cobiça, intolerância e ânsia de poder de líderes de todos os tempos.

            Descobre também que o destino pode ser mudado.

            Implícita no código, ele encontra a permissão dada ao homem para alterar o fim dos tempos. Para tal basta que o ser humano se dispa de ódios e preconceitos e imbuído de boa vontade, ciente daquilo que melhor serve aos desígnios e futuro da humanidade, atue de forma positiva e consciente através do livre arbítrio que lhe foi conferido pelo Criador.

A constatação das evidencias leva DROSNIN a percorrer o mundo, tentando chamar a atenção dos governos e advertir os líderes mundiais sobre as predições catastróficas do fim dos tempos, em virtude da intolerância e disputa política e religiosa que conduzirá fatalmente os povos a um conflito atômico que destruirá toda a humanidade, se não for evitado a tempo.

           E apesar de todo o seu empenho nesse sentido, suas tentativas se mostram vãs, pois o ceticismo o orgulho e a vaidade dos políticos calam o seu grito de advertência.  
                                                                             Yur Saiednac

BREVEMENTE: "O CÓDIGO DA BÍBLIA II"
P.F. aguardem.

Obrigado por apoiar um novato, dignando-se ler meu pobre trabalho.
Por favor, sem querer abusar de seu tempo, me ajude a melhorar. Comente e critique este trabalho. Me dê o seu parecer.
Muito obrigado.
Que o COSMOS derrame sobre si e sua família as maiores bençãos.
PAZ E AMOR NO UNIVERSO
                                      Yur Saiednac
Yur Saiednac
Enviado por Yur Saiednac em 17/11/2009
Alterado em 15/06/2010
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras