Yur Saiednac

Novos mundos... mundos novos... novos rumos...

Textos


Alma minha gentil... Que inglóriamente te partiste...

Desta vida efêmera... Tão triste e descontente...

Repouses tu... Aí no Céu, eternamente...

Quede-me eu... Aqui pela Terra, feliz e contente...

E assim hoje, de ti, eu aqui me despeço.

Até à eternidade.

Yur Saiednac

 

Yur Saiednac
Enviado por Yur Saiednac em 27/12/2022
Alterado em 27/12/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras